BaseNotícias

Ex-Cruzeiro ressalta bom momento no Atalanta e mira seleção brasileira; veja

Ex-Cruzeiro, Éderson vive grande momento no Atalanta, que é o 4° colocado do Campeonato Italiano. Assim, em entrevista ao Globoesporte, o volante ressaltou o bom momento na carreira e que mira vaga na seleção brasileira. Veja abaixo o que ele disse.

Primeiro, Éderson concordou que vive o melhor momento na carreira: “Eu acho que sim. Em números ofensivos, defensivos, estou vivendo a melhor fase da minha carreira. Fisicamente e também mentalmente. Acredito que sim, mas acho que ainda tem um pouquinho a mais aí para evoluir.”

Sem titubear, ele destacou que se vê na seleção e trabalha pra isso: “Sempre me vi na disputa, mas sabendo que sempre teve outros jogadores da mesma posição vivendo momento incríveis. Todo jogador de futebol quer representar o seu país, vestir a camisa da seleção. Continuo no foco, acredito no meu potencial, acho que tem espaço.”

Por fim, complementou: “Estou vivendo um bom momento e com certeza penso na seleção. Eu trabalho tranquilo. Quero muito estar ali. Se me perguntar se acho que vou agora ou é melhor esperar… não. Acho que estou pronto, mas não depende só de mim. Continuo trabalhando e vou esperar.”

Diante do grande momento, seu nome foi especulado no Barcelona, e o volante comentou: “Esse assunto sempre surge. Quando aproxima as janelas de transferências, pelo menos com a maioria dos jogadores. Comigo não foi diferente. Para mim e para Atalanta foi a mesma coisa.”

Na sequência, deixou claro que não se envolve em especulações: “Começam a surgir muitas coisas com a com a janela e você não sabe o que é verdade, o que que é mentira, o que pode ser que esteja acontecendo. Isso mais atrapalha do que do que ajuda. Então, eu deixo sempre com eles, no momento que eles falam: ‘Tem o interesse, é oficial, é isso, aquilo’, aí sim, eu começo a pensar.”

Por fim, deixou claro que seu foco é no Atalanta: “Desde o início eu já falei que não é o momento. Estamos muito bem no campeonato, estamos na semifinal da Copa Itália. Se fosse alguma coisa muito, muito concreta, aí o clube passaria para a gente, porque a gente tem uma boa relação com eles.”

Éderson fez a maioria da categoria de base no Desportivo Brasil, mas finalizou no Cruzeiro em 2019. No mesmo ano, passou a receber oportunidades no elenco principal, mas acabou saindo de forma polêmica para acertar com o Corinthians. Em 2022 foi vendido ao Atalanta e devido ao mecanismo de solidariedade da FIFA, a raposa recebeu pouco mais de R$ 1 milhão.

Veja mais

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo