Notícias

Com casa cheia, Cruzeiro vence Tombense e vai a final do Campeonato Mineiro

Os gols da raposa foram marcados por Arthur Gomes, Matheus Pereira e Zé Vitor (contra)

Em jogo válido pela volta da semifinal do Campeonato Mineiro, o Cruzeiro recebeu a Tombense com casa cheia, no Mineirão. Muito superior em campo, o Cruzeiro venceu por 3×1, e assim, vai a final do Campeonato Mineiro de 2024.

O primeiro tempo foi marcado pelo domínio do Cruzeiro, que teve a maioria das chances claras: Arthur Gomes, William, Rafael Elias e Matheus Pereira tiveram oportunidades, mas desperdiçaram ou pararam em Felipe Garcia. A Tombense, por sua vez, teve sua única chance clara com chute de fora da área aos 22 minutos, mas Rafael Cabral fez linda defesa.

Assim, a raposa conseguiu abrir o placar aos 34 minutos com Arthur Gomes, de cabeça, após belo passe de Matheus Pereira. Contudo, o Cruzeiro continuou pressionado e teve chances claras com William, Rafael Elias e Lucas Romero, mas a etapa inicial terminou somente com o gol celeste.

A equipe celeste voltou nitidamente buscando administrar o resultado no segundo tempo, mas não se limitou a defender. Portanto, seguiu com as melhores chances do jogo. A Tombense, por sua vez, tentava aproveitar melhor os contra-ataques, mas também sem muita eficácia.

E foi assim que o Cruzeiro conseguiu seu segundo gol, aos 23 minutos do segundo tempo, em lambança da zaga que marcou contra. Contudo, a equipe de tombos respondeu logo depois, com Rafael Cabral novamente fazendo grande defesa.

O Cruzeiro diminuiu o ritmo, e em bobeira da zaga celeste, Zé Vitor aproveitou escanteio e marcou de cabeça para a Tombense, aos 33 minutos. Mas depois, quem bobeou foi a zaga da equipe de tombos, e Matheus Pereira aproveitou marcando o terceiro gol da raposa e último do jogo, aos 46 minutos.

  • CRUZEIRO: Rafael Cabral; William (Wesley Gasolina), Neris, João Marcelo e Villalba; Lucas Romero, Lucas Silva (José Cifuentes) e Mateus Vital (Álvaro Barreal); Matheus Pereira, Arthur Gomes (Ramiro) e Rafael Elias (Juan Dinenno)
  • TOMBENSE: Felipe Garcia; Pedro Costa, Ednei, Zé Vítor e Emerson Barbosa; Mikael (Rickson), Gustavo Modesto (Pierre) e Kaio Mendes (Djalma); Igor Bahia, Rafinha (Vitinho) e Felipinho (Denner).

Veja mais

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo