sexta-feira, agosto 6, 2021
HomeNotíciasMarquinhos Gabriel poderia jogar mesmo com a punição da Fifa?

Marquinhos Gabriel poderia jogar mesmo com a punição da Fifa?

Na última quarta-feira (09), o Athletico anunciou oficialmente a rescisão de contrato com o Marquinhos Gabriel. O jogador que pertence ao Cruzeiro, estava emprestado à equipe paranaense até o fim de 2021. No entanto o contrato foi rescindido de forma amigável entre a equipe e o jogador.

Após a rescisão do Marquinhos Gabriel com o Athletico, o vinculo do jogador com o Cruzeiro já foi reativado no BID da CBF. Com isso, a tendência é que o jogador retome as atividades na Toca da Raposa II, caso o clube não negocie o atleta com outra equipe.

Mas ai após a divulgação da reativação do vínculo do jogador com o Cruzeiro, surgiram várias perguntas. E a que mais repercutiu foi: Marquinhos Gabriel poderá jogar pela Raposa, mesmo o clube estando punido pela Fifa e estando bloqueado de registrar novos jogadores?

No entanto, o advogado e professor de direito desportivo, Felipe Mourão, em contato com a equipe do GloboEsporte, respondeu a questão e afirmou que sim, o jogador poderá atuar pelo Cruzeiro.

“O entendimento da FIFA é no sentido de, se o contrato do jogador emprestado terminou a vigência ou foi rescindido sem influência do clube cedente (no caso, o Cruzeiro), o retorno do jogador para seu clube original não é caracterizado uma movimentação de registro (transferência), pois é automático”, afirmou o advogado em contato com o GE.

O retorno do jogador ao Cruzeiro não é considerado um registro de transferência. O professor inclusive citou o Chelsea de, o clube foi impedido pela Fifa de registrar novos atletas por duas janelas de transferência. O clube inglês trouxe atletas que estavam emprestados de volta, para se reforçar.

Com as explicações do Felipe Mourão, fica claro que o jogador pode sim ser utilizado pelo Cruzeiro na sequência da temporada. Mas não temos ainda um posicionamento oficial do clube sobre o Marquinhos Gabriel. Caso o jogador permaneça na equipe, certamente terá que readequar o seu salário, ao teto salarial definido pelo clube para a atual temporada.

Dyhego Salazar
Nascido em 14 de Julho de 1994, apaixonado pelo Cruzeiro Esporte Clube e cobrindo o Cruzeiro através do Diário Celeste.

1 COMMENT

Deixe uma resposta

Páginas Heróicas

Pablito, humildade e gargalhada

Salve Nação Celeste!!! CENA 1: Eu, esse que vos escreve, evoluindo dia a dia na arte de driblar a toxicidade das redes sociais e conseguindo ser...

Mais popular