quarta-feira, dezembro 8, 2021
HomeFutebol FemininoCruzeiro perde para Palmeiras pelo Brasileiro Feminino A1

Cruzeiro perde para Palmeiras pelo Brasileiro Feminino A1

Voltando a jogar em caso após 2 jogos fora, as cabulosas enfrentaram as palestrinas diante da sua torcida, mas saíram derrotadas por 5×0. Além do placar, a arbitragem mais uma vez foi polêmica sendo bastante criticada pela torcida celeste.

O jogo

O Cruzeiro entrou para o jogo com 4 desfalques, além de Duda e Micaelly que estão na seleção sub-20: Kim, Andressa, Evellyn e Ambrózio. No entanto, o técnico Jorge Victor teve que fazer mudanças na escalação, promovendo Pires (zagueira), Thalita (lateral-esquerda), Godói (volante) e Thamirys (centro-avante) no time titular. Pelo lado do Palmeiras, estreava Bia Zanerrato que fora regularizada no BID antes do jogo, Rosana começou no banco.

O primeiro tempo mostrou um equilíbrio nos minutos iniciais com as cabulosas levando mais perigo, mas pecando na finalização enquanto o Palmeiras, utilizava mais o contra ataque, não se limitando a defender. Mas com o tempo, os erros celestes custaram caro e a equipe paulista cresceu na partida, abrindo o placar aos 44′ do 1T com Thais Ferreira após vacilo da zaga celeste.

O segundo tempo manteve a toada do fim da etapa inicial, o Palmeiras chegando, principalmente nos erros celestes. Carla (2), Bia Zaneratto e Rosana ampliaram a vantagem paulista no SESC Venda Nova. O técnico celeste Jorge Victor fez duas mudanças na equipe para tentar mudar o panorama do jogo: Tata no lugar de Godói e Patricia no lugar de Thalita. No entanto, mesmo tendo entrado bem, Patricia esbarrou na trave após bela jogada e não saiu o gol estrelado. Por fim, Thamirys errou um pênalti no final do jogo, sintetizando a partida ruim feita pelo Cruzeiro.

Arbitragem polêmica

Presentes no jogo entre Cruzeiro e São Paulo, onde foram criticadas após uma arbitragem ruim, Andreza Helena e Francielly Fernanda estavam novamente presentes, e novamente foram polêmicas, culminando na expulsão da lateral direita Janaína após o fim da partida. Árbitra do jogo, Andreza registrou na súmula que expulsou a lateral por “proferir os seguintes dizeres em direção a equipe de arbitragem: ‘parabéns pela arbitragem, vocês são horríveis.'”. Sobre a expulsão da lateral, em pergunta do repórter Christian Maia, Jorge Victor disse: “Assim como diversas situações, a atleta se irrita com a arbitragem, com o adversário, com o próprio desempenho e ela se irritou e disse palavras. A arbitragem julgou que era necessário excluir ela do jogo. A questão é, critério.”

Ainda sobre a arbitragem do jogo, em pergunta da repórter Natália Andrade se o Cruzeiro pretende tomar alguma atitude com relação a isso, o técnico celeste disse: “Pretende jogar melhor, fazer gols e que se a arbitragem for contra nós, a gente vai vencer o adversário e a arbitragem. Então, nós perdemos por méritos do Palmeiras e problemas nossos. Se a arbitragem errou a favor ou contra, faz parte do jogo. Se for necessário, vamos vencer até a arbitragem no próximo jogo.”

Como ficam Cruzeiro e Palmeiras

Com a derrota, a equipe celeste caiu para o 9° lugar com 6 pontos, podendo cair mais ainda dependendo do resultado dos jogos entre São José x Vitória, Minas ICESP x Flamengo e Audax x Iranduba. O próximo compromisso estrelado é contra o Iranduba dia 14/03 as 18h em Manaus-AM. O Palmeiras no entanto, subiu para a 7° posição com 6 pontos e enfrenta o São Paulo no dia 15/03 as 14h em casa.

Ficha Técnica

Cruzeiro 0x5 Palmeiras

Motivo: 3° rodada do Campeonato Brasileiro Feminino A1
Data: 29/02/2020
Local: Estádio das Alterosas (SESC Venda Nova)
Árbitra: Andreza Helena Siqueira
Gols: Thais Ferreira (Palmeiras – 44′ 1T), Carla (Palmeiras – 3′ 2T), Carla (Palmeiras – 17′ 2T), Bia Zaneratto (Palmeiras – 40′ 2T) e Rosana (Palmeiras – 43′ 2T)
Cruzeiro: Mary Camilo; Janaína, Jajá, Pires e Thalita (Patricia); Capelinha, Godói (Tata) e Vanessinha; Miriã, Eskerdinha e Thamirys
Técnico: Jorge Victor
Palmeiras: Vivi; Stellamarys, Thais Ferreira e Nicoly; Isabella (Rosana), Karla, Ary, Vitória, Carla (Maressa) e Bia Zaneratto; Bianca (Ana)
Técnico: Ricardo Belli
Cartões amarelos: Godói e Thamirys (Cruzeiro); Isabella, Ari e Bianca (Palmeiras)
Cartão vermelho: Janaína (Cruzeiro)

Diego Marinho
Cruzeirense, historiador e apaixonado pelo Cruzeiro e por Futebol Feminino. Cobrindo o As Cabulosas através do Diário Celeste e da página Futebol Feminino Celeste.

Deixe uma resposta

Páginas Heróicas

Pablito, humildade e gargalhada

Salve Nação Celeste!!! CENA 1: Eu, esse que vos escreve, evoluindo dia a dia na arte de driblar a toxicidade das redes sociais e conseguindo ser...

Mais popular