Notícias

Paulo Autuori defende Wesley citando Adriano Gabiru; confira

Um dos lances capitais no empate entre Cruzeiro e Vasco nesta quarta-feira (22) teve Wesley como protagonista. O lance aconteceu aos 48 minutos do segundo tempo, quando Japa ganhou e cruzou rasteiro, com a bola passando por todo mundo e chegando em Wesley, que errou o domínio e acabou não fazendo o gol.

Técnico do Cruzeiro, Paulo Autuori começou citando citando Adriano Gabiru, autor do gol do título mundial do Internacional em 2006: “Palavras são opiniões. Falo de fatos. O Adriano Gabiru, no Inter, estava sendo execrado pela torcida. O treinador acreditou, foi no Mundial e ele fez o gol do título. Quando que é o jogo do Mundial, dezembro, final de temporada.”

Na sequência, Autuori apontou que não vai abrir mão de Wesley: “O Inter ganhou o título, começa a temporada (seguinte). Fez dois, três jogos e já voltou a não valer nada. Não vamos dar ao luxo, de isso e por aquilo, de abrir mão dos jogadores e vamos em frente, sem lamentações.”

Na sequência, o técnico destacou a necessidade de utiliza-lo: “Porque eu vejo o dia a dia e vi a necessidade de jogar com ele. Não é vontade, é necessidade. Você não estava aqui o tempo todo. É um jogador, certamente, outras equipes vão querer. Não vou abrir mão de jogadores. Se ele faz o gol, qual era a pergunta? Se ele faz, quero saber qual era a questão. Ele perdeu? Perdeu. Ele sabe disso. Mas seria outro tipo de análise.”

Veja mais

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo