quarta-feira, julho 6, 2022
HomeColunaAnálise Tática: Rafa Silva entra no segundo tempo e faz a alegria...

Análise Tática: Rafa Silva entra no segundo tempo e faz a alegria da torcida celeste

O Cruzeiro venceu o Sampaio Corrêa por 2 a 0 e se manteve na liderança da Série B

Proteger o funil (espaço a frente do gol), é a estratégia mais usada pelos adversários do Cruzeiro propositivo e intenso de Pezzolano, e o Sampaio Corrêa veio a Belo Horizonte com essa intenção principalmente após a expulsão de um jogador da equipe maranhense.

Buscando alternativas para furar a defesa adversária, o treinador Uruguaio manteve o sistema base 3-4-3, com Waguininho e Jajá se alternando entre ala pela direita e “falso ponta” pela esquerda, buscando atacar pelos lados, já que o “funil” estava bem protegido.

E foi exatamente pelas pontas que se originaram os dois gols da equipe celeste, o primeiro partindo de uma boa jogada do Jajá pela ponta direita que encontra Rafa Silva dentro da área que marca ao finalizar cruzado.

O segundo gol saiu após um contra ataque pela direita, lado que o Cruzeiro mais atacou, e o lance também se originou com Jajá que lançou a bola na ponta direita para Rafa Silva que carregou a bola em velocidade e tocou para Edu próximo a marca penal finalizar como bom oportunista que é.

Rafa Silva entrou muito bem na partida, participou dos dois gols do Cabuloso, atuando na maior parte do tempo como um segundo atacante, fazendo dupla com Edu, já que a equipe celeste na fase defensiva se organizava em um 4-4-2.

O placar de 2 a 0 reflete os números do jogo onde a equipe mineira teve 71% da posse de bola e conseguiu 16 finalizações, sendo 8 no gol e 8 para fora.

Deixe uma resposta

Leia também

Mais popular