terça-feira, maio 24, 2022
HomeNotícias do Cruzeiro"Eu não entrei na área", Rafael Sóbis "revela ajuda' ao Internacional em...

“Eu não entrei na área”, Rafael Sóbis “revela ajuda’ ao Internacional em jogo pelo Cruzeiro, no Brasileirão de 2016

O ex-jogador destacou que chegou a ser xingado pelo técnico Mano Menezes, que comandava a Raposa na época

Em uma entrevista ao jornalista Duda Garbi, o ex-atacante Rafael Sóbis contou uma história sobre o jogo do Internacional contra o Cruzeiro em 2016, quando o clube gaúcho lutava contra o rebaixamento, e precisava de uma vitória contra a Raposa para se manter vivo no Brasileirão.

O ex-jogador destacou que na partida que aconteceu no Beira Rio, válida pela 37ª rodada do Brasileirão, ele praticamente não entrou na área, e citou um lance onde em uma cobrança de escanteio, pegou mal na bola, que foi nas mãos do goleiro Danilo Fernandes.

“A gente jogou no Beira Rio, velho, eu não entrei na área, ai teve um escanteio, ai a gente sente o jogo né: “Pô, nós estamos perto de fazer um gol”, cara, eu bati o escanteio no céu cara, eu bati o escanteio assim, que a bola viajou muito, muito. A bola foi na mão do Danilo (goleiro)”, disse o ex-jogador.

Ainda sobre o lance do escanteio, Rafael Sóbis disse que foi xingado pelo técnico Mano Menezes, que comandava o Cruzeiro na época. Ele acredita que o treinador tenha percebido após a cobrança do atacante.

“Quando eu bati, foi do lado do nosso banco, cara, o Mano Menezes me xingava, ele me xingou um monte, acho que ele percebeu né, nego veio da bola, ele me xingava de um jeito”, contou o ex-atacante.

Sóbis ainda contou que Fernando Carvalho, ex-presidente do Internacional, chegou a agradecer o atacante, assim como o técnico Lisca, que comandava o Colorado no ano de 2016.

“Mas eu não entrei na área, até o Fernando Carvalho me agradeceu, o Lisca que era o treinador me agradeceu, falou comigo antes do jogo”, destacou o ex-jogador da Raposa.

Concluindo a sua fala sobre a partida contra o Internacional, Rafael Sóbis disse ainda que quase fez um gol, em um lance onde ele chutou cruzado, e destacou o ‘medo’ da bola entrar.

“Teve uma hora que eu dei um chute cruzado assim que a bola quase entrou, nada haver, lá do escanteio. Se entra eu estava ferrado, porque tipo assim: “Claro que a culpa não ia ser minha”, são 37 jogos”, concluiu Sóbis.

Em 2016 o Internacional acabou não resistindo, e mesmo tendo vencido o Cruzeiro por 1 a 0, no duelo no Beira Rio, o clube acabou sendo rebaixado para a segunda divisão do futebol brasileiro.

Assista a entrevista completa de Rafael Sóbis

Deixe uma resposta

Leia também

Mais popular