quinta-feira, outubro 21, 2021
HomeFutebol FemininoCruzeiro 3x0 Atlético: veja detalhes do 5° clássico da história

Cruzeiro 3×0 Atlético: veja detalhes do 5° clássico da história

Classificação antecipada, Duda e Vanessinha brilhando, homenagem à Carol Aquino e a ausência da torcida por opção da FMF

A tarde do último domingo (10) foi diferente para o Cruzeiro. Pois, venceu o 5° clássico da história do futebol feminino contra o Atlético. Desde 2019, quando a modalidade foi iniciada no clube, foram 5 confrontos entre as equipes.

No retrospecto do clássico, as Cabulosas venceram 2 e, empataram 3 com as Vingadoras. Todos os duelos foram pelo Campeonato Mineiro.

Foto: Dudu Macedo /BH Foto.

Classificação antecipada

Alcançando os 9 pontos no torneio, a equipe celeste abriu 3 pontos de vantagem para o segundo colocado e 9 pontos a frente das duas últimas equipes (Social e Funorte). Portanto, faltando 3 rodadas para o fim da primeira fase, a vaga celeste esta praticamente assegurada, precisando somente de 1 empate nas próximas 3 rodadas para garantir matematicamente.

Duda e Vanessinha brilham

Presente desde o início do projeto, Duda ainda não tinha marcado contra a equipe alvinegra. Porém, dessa vez ela não perdoou e marcou 2 vezes. Além dela, Vanessinha fez grande partida, dando assistência para os 3 gols, sendo o terceiro feito por Carol Soares.

Duda comemorando um de seus gols. Foto: Dudu Macedo/BH Foto

Homenagem à Carol Aquino

Outro ponto foi a homenagem feita pelo clube a goleira Carol Aquino. Com passagens por vários clubes, inclusive o Cruzeiro, ela faleceu poucos dias antes do jogo. Assim, as atletas entraram com uma faixa com uma foto dela e com os dizeres: “Nós respeitamos sua história!”

Laços pretos como representação do luto estavam na camisa das atletas. Foto: Dudu Macedo/BH Foto

Ausência da torcida

Infelizmente, o clássico não pode contar com presença da torcida. Apesar da solicitação do Cruzeiro, a Federação Mineiro de Futebol (FMF) negou o pedido. Desde a suspensão do Futebol Feminino em razão da pandemia, o Cruzeiro nunca mais jogou diante da sua torcida.

Diego Marinho
Cruzeirense, historiador e apaixonado pelo Cruzeiro e por Futebol Feminino. Cobrindo o As Cabulosas através do Diário Celeste e da página Futebol Feminino Celeste.

Deixe uma resposta

Páginas Heróicas

Pablito, humildade e gargalhada

Salve Nação Celeste!!! CENA 1: Eu, esse que vos escreve, evoluindo dia a dia na arte de driblar a toxicidade das redes sociais e conseguindo ser...

Mais popular