quinta-feira, dezembro 2, 2021
HomeNotícias"A imprensa mineira em geral é subserviente aos dirigentes dos clubes", diz...

“A imprensa mineira em geral é subserviente aos dirigentes dos clubes”, diz Mauro Cezar

O comentarista ainda citou a crise do Cruzeiro, dizendo que por isso o clube está nesta situação, por ninguém 'ter colocado o dedo da ferida'

O jornalista Mauro Cezar criticou bastante a imprensa mineira em sua participação no programa Posse de Bola, do UOL Esporte, nesta segunda-feira (22). O comentarista chegou a citar a situação do Cruzeiro, ao fazer as críticas.

Enquanto comentava sobre um possível erro de arbitragem no jogo do Atlético, que teria favorecido o clube mineiro na partida contra o Juventude, pelo Brasileirão, Mauro Cezar citou o Cruzeiro, e disse que a equipe está nessa situação porque ninguém de Minas teria colocado o dedo na ferida.

“A imprensa mineira em geral é subserviente aos dirigentes dos clubes, por isso que o Cruzeiro está nesse buraco, e ninguém de Minas pois o dedo na ferida que eu me lembre, se eu estiver errado por favor me corrija”, destacou o comentarista.

Mauro Cezar ainda falando sobre o pênalti marcado à favor do Atlético-MG, comparou a forma que a imprensa mineira trata a Leila Pereira – agora presidente do Palmeiras – e como tratam Rubens Menin, um dos grandes investidores do clube mineiro.

“Um clube que tradicionalmente se vitima, de uma imprensa que é subserviente em boa parte, não na sua totalidade, à isso, temos até colegas da imprensa mineira que se refere à Leila Pereira como Tia Leila, do Palmeiras, mas não usa Tio Rubens, quando fala do Mecenas do Atlético”, disse o jornalista.

O jornalista ainda criticou a equipe de transmissão do Premiere, que não questionou o pênalti marcado à favor do Atlético-MG, Mauro Cezar sugeriu que a emissora faça duas transmissões.

“O Premiere deveria fazer aquela transmissão que eles fazem normalmente com uma equipe mineira, que nem citou o absurdo do pênalti marcado no sábado, que passou batido. Depois os caras vão no programa, na televisão, e falam ali, como se nada tivesse acontecido, como se nós fossemos maluco né, que não vimos aquilo, e uma transmissão mais jornalistas e menos bairrista”, sugeriu Mauro Cezar.

Assista à edição completa do Posse de Bola desta segunda-feira

Deixe uma resposta

Páginas Heróicas

Pablito, humildade e gargalhada

Salve Nação Celeste!!! CENA 1: Eu, esse que vos escreve, evoluindo dia a dia na arte de driblar a toxicidade das redes sociais e conseguindo ser...

Mais popular