Com aproveitamento horrível, Ney Franco é demitido

O empate do Cruzeiro diante do Oeste, lanterna da Série B, foi o “estopim” para a demissão do Ney Franco. Um treinador que em sua primeira partida pela equipe celeste parecia que iria tentar algo novo, mas foi apenas “mais do mesmo”.

Ney Franco esteve à frente da Raposa em sete partidas, foram apenas 2 vitórias, 1 empate e 4 derrotas, um aproveitamento de 33,33%. Um desempenho pior que o dos dois últimos treinadores da equipe, antes de sua chegada. Adilson Batista havia tido um aproveitamento de 44,44%, Enderson Moreira conseguiu um desempenho um pouco melhor 58,33%.

Contra o Vitória em sua estreia lá no dia 11 de setembro, Ney Franco levou a campo uma equipe parecida com a que já era escalada pelo Enderson. No entanto, o treinador optou por um meio-campo com Jadsom e Jean, que na partida funcionou muito bem.

Naquela ocasião, mesmo com a equipe vencendo por 1 a 0, Ney Franco fez algo que não a gente não via há tempo no Cruzeiro. Tirou o Jadsom da partida e passou a atuar apenas com 1 volante, sendo ele o Jean, que é um jogador com uma qualidade no passe, e que deixou a equipe muito mais ofensiva.

No entanto a primeira partida foi apenas uma “ilusão” para o torcedor. Ney Franco que havia chegado ao Cruzeiro com uma taxa de rejeição da torcida altíssima, passou a repetir erros e acabou sendo demitido, a cada partida a equipe conseguia demonstrar um futebol ainda pior.

As insistências com alguns jogadores que não estão conseguindo já há algum tempo desempenhar um bom futebol, fez o treinador perder ainda mais moral com a torcida. O departamento de futebol do Cruzeiro que bancou a chegada e a permanência do técnico, está agora de volta ao mercado em busca de um substituto.

3 Comentários
  1. Luiz maia diz

    Moro em capinas sp so torcedor do Cruzeiro. Cruzeiro não merece passar por is

  2. Ronaldo Paulo do nascimento diz

    Time não merece não pode deichar se não vai para série c e nenhum torcedor merece isto mude o time enquanto pode não e só técnico não os jogadores não estão fazendo nada dentro de campo nós ajude torcedor sofreuito

  3. Francisco de Sales Neves Rosa diz

    Está precisando de um psicólogo e não de técnico.

Deixe uma resposta