domingo, abril 18, 2021
HomeFutebol FemininoTchelo destaca intensidade em vitória celeste sobre América

Tchelo destaca intensidade em vitória celeste sobre América

De forma contundente, o Cruzeiro goleou o América pelo Campeonato Mineiro Feminino, por 7×0 na Toca I. Assim, o técnico celeste Tchelo, em coletiva pós jogo, analisou o resultado e falou sobre outros aspectos do clássico mineiro.

Intensidade como tônica da vitória

Assim, sobre o resultado, ele disse: “Eu acho que o time foi intenso. Em cima do que elas nos ofereceram na marcação que eles colocaram. Elas subiam um pouco a linha mas, ao mesmo tempo, não cobriam a bola. Isso me possibilitou até fazer um jogo de mais bolas longas, bolas diagonais explorando a velocidade da Vanessa quanto da Micaelly, e o jogo se baseou nisso. As nossas transições ofensivas eu gostei muito. [Pois], quando a gente perdia a bola elas estavam uma cobrindo a outra. Então, eu avalio o jogo assim: a gente teve muita intensidade e disciplina tática e simplicidade. [Portanto], não foi um jogo que a gente precisou ser burocrático, foi um jogo em cima desse posicionamento do América e, assim, a gente já resolver com essas bolas longas e com essas bolas diagonais.”

Equilíbrio tático e intensidade são as chaves para invencibilidade

Ademais, sobre a invencibilidade, ele disse: “Eu acho que a equipe tem que ter um equilíbrio na parte tática. A gente procura trabalhar bastante esse equilíbrio tático, justamente para ser um time que quando não tem a bola, possa estar equilibrado e evitar de tomar gol. Tenho até um frase que eu sempre falo: ‘Time que não toma gol, não perde jogo.’ Então, essa aplicação tática de defesa é o que favorece pra gente continuar invicto. Além, é claro, de ter um ambiente bom, uma união entre elas.. [Pois] se a gente tem um ambiente bom, elas estão unidas ai vem um problema desse como o COVID, acaba sendo até um motivo a mais para as meninas se unirem. Então, eu acho que é isso que move essa invencibilidade: muito trabalho, muita união, ambiente bom… [Mas] não quero falar de invencibilidade não, quero viver jogo a jogo seguindo essa disciplina tática e esse ambiente positivo.”

Expectativa para o próximo jogo

Por fim, ele falou sobre o duelo com o Atlético: “O jogo condiciona as atletas. Então, a gente sabia que após esses dois jogos, para o jogo do Atlético vamos estar melhor ainda, não estaremos no ideal, mas vamos estar melhor ainda pois, temos a volta das jogadoras, temos os dois jogos.. Eu demorei até um pouquinho pra trocar as jogadoras para condicionar essas mais. Então, eu acho que esses dois jogos serviram para elevar nosso nível físico, chegar contra o Atlético mais inteiro e também bom, pois ganhamos os dois jogos, mais motivados. [Mas] agora, como eu falei pra elas, pés no chão, acabou esse jogo e não quero saber de 7 ou 6. A gente ganhou o jogo, pés no chão porque o próximo jogo é clássico e o adversário é um time que tem que ser respeitado e vamos respeitar.”

Duelo contra o líder

Portanto, como o próprio técnico celeste disse, o próximo compromisso é contra o Atlético, mas em dose dupla. Pois, a equipe celeste vai enfrentar a equipe alvinegra no duelo adiado da segunda rodada, e no duelo válido pela quinta rodada. Ademais, vale ressaltar que os duelos vão ser no CT do Atlético e na Toca da Raposa I.

Diego Marinho
Cruzeirense, historiador e apaixonado pelo Cruzeiro e por Futebol Feminino. Cobrindo o As Cabulosas através do Diário Celeste e da página Futebol Feminino Celeste.

Deixe uma resposta

Páginas Heróicas

Uma freguesia centenária

Salve Nação Celeste!!! Scarpelli, Polenta, Ciccio, Quiquino, Américo, Kalim, Lino, Spartaco, Nani, Henriquetto e Atílio Esse foi o time do Palestra que entrou no campo do...

A tragédia de Nininho

O primeiro grito de Gol

Mais popular