quarta-feira, maio 25, 2022
HomeNotícias do CruzeiroRafael Cabral exalta a carreira de Fábio e fala em escrever o...

Rafael Cabral exalta a carreira de Fábio e fala em escrever o seu nome na história do Cruzeiro

O jogador exaltou o fato de ter sido escolhido pela Raposa

O goleiro Rafael Cabral, de 31 anos, um dos grandes nomes do Cruzeiro para 2022, concedeu a sua primeira coletiva desde sua chegada ao clube. O atleta ainda não havia falado de forma oficial na Toca da Raposa.

Durante a sua coletiva, Rafael já começou falando sobre a missão de assumir o lugar na equipe titular, deixada pelo ídolo da Nação Azul, o goleiro Fábio, que deixou a equipe após 976 partidas pela Raposa.

“A história do Fábio ela é insubstituível no clube, para o coração do torcedor cruzeirense ele é insubstituível, e eu não tenho essa pretensão de substitui-lo, eu venho aqui para construir a minha história, eu venho aqui com zero história, mas venho aqui com muita vontade, com muita determinação, para escrever o meu nome na história do clube”, disse o goleiro.

Rafael Cabral também continuou falando sobre a missão de assumir o lugar de Fábio na equipe titular, mas disse que o goleiro é um ídolo da Nação Azul, e é insubstituível.

“Eu não encaro como uma substituição, e sim uma sucessão, porque ele é insubstituível, ele é um cara que todo mundo admira, outros atletas admiram, torcedores de outros clubes admiram, e eu sou um deles, eu sou fã do Fábio, e para mim é uma honra ser escolhido pelo Cruzeiro, para jogar pós ele. E eu encaro isso como uma honra mesmo, de poder da segmento ao trabalho excepcional que ele fez”, disse o arqueiro.

Sobre largar a Europa para retornar para o Cruzeiro, Rafael Cabral destacou o fato de ter saído bem cedo do Brasil, com apenas 23 anos, e retorna agora com 31 anos, mais experiente, e com muita evolução.

“Eu evolui demais, eu sai do Brasil muito novo, com 23 anos, conhecia somente a escola de goleiro brasileira, e eu tive a oportunidade de trabalhar com treinador de goleiro espanhol, português, inglês, italiano claro, então, eu evoluí muito, eu sou um cara muito aberto assim, eu aprendi na minha vida que se a gente para de aprender, a gente esquece o que a gente aprendeu”, exaltou o jogador.

O atleta também falou sobre o fato de se sentir mais completo, e exaltou a sua habilidade de jogar com os pés, um fato que agrada ao treinador Paulo Pezzolano, que chegou ao clube recentemente.

“Eu me sinto um goleiro muito mais completo, em relação a esse jogo com os pés, é algo que eu me sinto muito a vontade, tenho treinado muito, trabalhado muito, e venho aqui para aprender, para contribuir, para dar o meu melhor, e poder ajudar da melhor maneira possível”, afirmou Rafael Cabral.

Falando da motivação que fez aceitar a proposta da diretoria cruzeirense, Rafael Cabral disse que foi escolhido pelo Cruzeiro, e destacou a honra que é ser o atleta que irá assumir o gol da Raposa.

“Eu jogo futebol porque eu amo cara, eu sou um cara apaixonado pelo que eu faço, sabe a bíblia fala que tudo que a gente fizer, a gente tem que fazer de todo coração, para Deus e não para homens, e eu sou um cara apaixonado pelo que eu faço, e eu não vim para o Brasil para encerrar a carreira. Eu tenho 31 anos e, primeiro eu fui escolhido pelo Cruzeiro, e isso para mim é uma honra, e depois eu escolhi vim para cá. Eu não vim para o Brasil porque eu não tinha proposta da Europa, eu tinha, eu tinha proposta da Série A do Brasil também”, contou o goleiro.

Rafael falou sobre a sua paixão pelo futebol, e exaltou os 101 anos de histórias do Cruzeiro, e disse que vem pelo desafio, e também pela grandeza da equipe celeste.

“Eu vim para cá por paixão, eu vim para cá pelo desafio, eu vim para cá pela grandeza do clube, a gente está falando de um clube de 101 anos de história que, se eu for numerar os títulos que ganhou aqui, eu vou ficar até amanhã, o clube que foi considerado o maior clube brasileiro do Século XX”, concluiu o atleta.

Deixe uma resposta

Leia também

Mais popular