terça-feira, junho 15, 2021
HomeNotíciasPós Jogo – Guarani 2x3 Cruzeiro - Análise tática da partida

Pós Jogo – Guarani 2×3 Cruzeiro – Análise tática da partida

O Cruzeiro venceu a segunda partida na Série B, manteve os 100% de aproveitamento e ainda “pagou” a punição dos 6 pontos retirados pela Fifa. Mas não foi fácil, vamos destacar os principais pontos do desempenho da equipe celeste na partida.

Organização Defensiva

O Cruzeiro iniciou a partida postado defensivamente em 4.5.1. A estratégia de povoar o meio campo, onde o Guarani acumula mais jogadores, até deu certo, mas cedeu espaços nos corredores laterais que levaram perigo a nossa meta.

análise Guarani 2x3 Cruzeiro

Com a estratégia não tendo dado certo o Cruzeiro voltou a marcar da forma habitual: em 4.4.2, e melhorou na partida. Apesar da maior posse de bola, o Guarani pouco criou e não incomodou o nosso gol. Até a metade do segundo tempo, quando passou a pressionar mais.

análise Guarani 2x3 Cruzeiro

O Cruzeiro apresentou algumas falhas na marcação, que permitiram o Guarani chegar com perigo, principalmente pelos corredores laterais. O adversário conseguia por vezes ter superioridade numérica no setor da bola:

análise Guarani 2x3 Cruzeiro

análise Guarani 2x3 Cruzeiro

Outro problema de marcação no começo foi a falta de equilíbrio, não sei se por falta de entendimento para fazer o corredor de Régis ou por instrução do treinador para fechar o centro do campo. O meio de campo celeste se aglomerava do lado onde a bola estava, mas pouco pressionava o portador, esse com tempo e espaço conseguia inverter a jogada e facilmente achar o lateral oposto livre para progredir.

análise Guarani 2x3 Cruzeiro

análise Guarani 2x3 Cruzeiro

Transição Ofensiva

Apesar das dificuldades que encontrou, pela falta de um velocista, foi a forma que mais levou perigo ao gol adversário. O Cruzeiro buscava atacar rapidamente quando recuperava a bola, e foi dessa forma que saiu o primeiro gol.

Organização Ofensiva

O Cruzeiro manteve o padrão de tentar um ataque posicional, trocando mais passes, com mais paciência. Pouco criamos assim, e o time ao menor sinal de pressão já fazia um jogo de segurança, procurando a referência, principalmente quando estava à frente do placar (assim como na 1ª rodada). Imagino que seja por conta do começo de trabalho, e uma mudança de mentalidade vai vir aos poucos, mas me agrada a tentativa.

Nos primeiros minutos de jogo, a nossa “saída de 3” foi feita por 1 dos homens de meio campo (Jadsom e Jean se revezaram).

análise Guarani 2x3 Cruzeiro

Quando a estrutura do time mudou para o 4.2.3.1 habitual, Cáceres voltou a fazer, como de costume, ao lado dos zagueiros.

análise Guarani 2x3 Cruzeiro

Transição Defensiva

Quando perdia a bola o Cruzeiro pressionava mais na intenção de evitar uma transição rápida do adversário do que na intenção de roubar a bola, estratégia válida, visto que o Guarani tem uma transição forte.

Conclusão

Punição dos 6 pontos pagos, espero que isso tire um peso das costas dos nossos jogadores, e que com o passar dos jogos possam entender cada vez mais o modelo do Enderson. Vamos, Cruzeiro!

Deixe uma resposta

Páginas Heróicas

Trapaceiros desde sempre!

Salve Nação Celeste!!! A história contemporânea do futebol mineiro traz a Federação Mineira carregando em seu colo seu filho único. A mais recente ajuda? Fazer...

Mais popular