sábado, julho 31, 2021
HomeNotícias"O Cruzeiro não pode estar nesta situação", diz Rhodolfo em sua apresentação

“O Cruzeiro não pode estar nesta situação”, diz Rhodolfo em sua apresentação

O jogador destacou o seu trabalho no Coritiba com o técnico Mozart

Em uma entrevista coletiva na Toca da Raposa II, o zagueiro Rhodolfo foi apresentado como novo reforço do Cruzeiro. O jogador comentou várias situações, inclusive sobre a questão financeira do clube.

O atleta com grande experiência no futebol nacional, e também com passagem pelo futebol turco, comentou sobre o momento que vive hoje o Cruzeiro, e destacou que cada um tem que dar a vida, por que o clube não pode estar nesta situação.

“A responsabilidade vai ser grande, não só minha, mas de todos os atletas. O clube está passando um momento difícil, todos sabem disso. Nós jogadores somos os únicos que podemos dar uma volta por cima, por que a grandeza que o Cruzeiro é, não pode estar passando por uma fase dessa. Eu como um jogador experiente passei por diversas equipes, enfrentei tanto momentos bons, quanto momentos ruins, então cada um tem que dar o máximo, tem que dar a vida por que é o Cruzeiro, pela estrutura que tem, pela qualidade que tem, pelo peso que tem a camisa, não pode estar nesta situação”, disse o novo zagueiro.

Perguntado sobre a crise financeira que vive a Raposa, Rhodolfo destacou que quando surgiu a oportunidade de vir para o Cruzeiro, ele não queria saber da parte salarial. De acordo com o defensor, o mais importante é o clube subir.

“Quando eu cheguei aqui eu já sabia da dificuldade que o clube vem passando, a gente vê as notícias, acaba acompanhando por fora. O Cruzeiro é um clube muito grande, então a gente fica triste pela situação que o clube vem passando. Eu quando vim pra cá, quando surgiu o nome do Cruzeiro, eu falei com meu empresário para ele negociar, que eu não queria saber a parte salarial, lógico que é muito importante o dinheiro sim, mas o mais importante é o Cruzeiro subir e o Cruzeiro subindo, todo mundo vai ganhar junto”, afirmou o jogador.

Rhodolfo também destacou a oportunidade que teve de trabalhar com Mozart no Coritiba, e também comentou que ainda não teve a oportunidade de conversar com o treinador, já que quando chegou, a equipe estava indo viajar para enfrentar o CSA. O zagueiro também disse que conversou com o diretor de futebol Rodrigo Pastana, que foi quem pediu a sua contratação.

“Eu trabalhei no Mozart no Coritiba, por um breve período de seis ou sete meses, conversei bastante com ele, conversei também como era jogar na Europa, ele me perguntou também algumas coisas sobre o Jorge Jesus que trabalhou no Flamengo. Ele tinha uma mentalidade de jogo parecida como que o Jesus me treinou no Flamengo. Conversei com o Pastana antes de vir, ele que pediu minha contratação, conversei brevemente com o Mozart, por que quando eu cheguei eles acabaram viajando para o jogo contra o CSA, então eu não tive tempo de conversar com ele ainda”, destacou Rhodolfo.

O Cruzeiro entra em campo nesta quarta-feira (30) para enfrentar o Guarani, no entanto, ainda em processo de preparação física, Rhodolfo não foi relacionado para a partida.

Assista a coletiva de apresentação do Rhodolfo

Deixe uma resposta

Páginas Heróicas

Pablito, humildade e gargalhada

Salve Nação Celeste!!! CENA 1: Eu, esse que vos escreve, evoluindo dia a dia na arte de driblar a toxicidade das redes sociais e conseguindo ser...

Mais popular