terça-feira, junho 15, 2021
HomeNotíciasNove anos de um dia histórico! Diego Renan comenta o inesquecível 6...

Nove anos de um dia histórico! Diego Renan comenta o inesquecível 6 a 1

Há exatos 9 anos, o Cruzeiro conquistava a sua maior vitória no clássico contra o Atlético-MG, a Raposa que lutava contra o rebaixamento e precisava vencer para permanecer na primeira divisão, conquistou uma vitória inesquecível em cima do seu rival por 6 a 1.

A partida aconteceu no dia 04 de dezembro de 2011, na Arena do Jacaré, e era válida pela 38ª rodada do Campeonato Brasileiro. O triunfo garantiu a permanência do Cruzeiro na Série A, com a vitória, a equipe Celeste terminou a competição na 16ª colocação, com 43 pontos conquistados, a dois pontos.

No jogo que valia a permanência da Raposa na elite do futebol brasileiro, Anselmo Ramon foi um dos destaques, o atacante marcou dois gols na goleada histórica. Apesar da pressão em cima da equipe celeste no clássico para evitar o rebaixamento, o Cruzeiro abriu o placar bem cedo. Logo aos 9 minutos o meia Roger, que estava substituindo Montillo, que estava suspenso marcou o primeiro. Na sequência, aos 28 minutos, Leandro Guerreiro ampliou o marcador. Anselmo Ramon, aos 33 minutos e Fabrício, aos 45 minutos, fizeram 4 a 0 já na primeira etapa.

A grande vantagem já no início da partida deixou os torcedores em festa nas arquibancadas da Arena do Jacaré, 18.500 torcedores acompanhavam a partida. No segundo tempo Wellington Paulista fez o quinto para a Raposa, aos 11 minutos, o zagueiro Réver diminuiu para o Atlético-MG, aos 15 minutos, mas o Everton marcou o sexto gol da equipe celeste na partida, fechando assim a maior goleada do Cruzeiro sobre o seu rival.

Uma partida que poderia ser um dos dias mais triste para os Cruzeiro, se encerrou sendo um dia histórico para a Nação Azul. A goleada diante do Atlético-MG estampou as capas dos principais jornais do Brasil, e gerou uma grande revolta por parte dos torcedores rivais.

Diego Renan comenta sobre o 6 a 1

Para relembrar essa goleada histórica, nós conversamos com o Diego Renan, o lateral-esquerdo comentou sobre a partida e como era o clima nos dias que antecederam o jogo.

“O clima antes jogo era de muita tensão, mas de muita confiança também! Ficamos a semana inteira concentrados em Atibaia-SP e só voltamos pra BH no dia anterior ao jogo!” – comentou Diego Renan.

Diego também comentou sobre o “por que de um placar tão elástico”, com a equipe vivenciando uma temporada ruim, o que a equipe fez de diferente no clássico, que conseguiu uma vitória inesquecível.

“Sabíamos a importância do jogo tanto pro Cruzeiro, tanto pra nós jogadores! Entramos no jogo concentradíssimos e sabendo da nossa responsabilidade com certeza foi fundamental para nossa vitória!
O placar elástico foi consequência dessa nossa atitude dentro de campo, muita vontade de vencer, dedicação, e principalmente comprometimento com o objetivo de deixar o clube na série A!” – destacou o lateral-esquerdo.

FICHA TÉCNICA

Cruzeiro 6 x 1 Atlético

Cruzeiro
Rafael; Leo, Naldo, Victorino e Diego Renan; Fabrício, Leandro Guerreiro, Charles (Farías) e Roger (Ortigoza); Wellington Paulista e Anselmo Ramon (Everton)
Técnico: Vágner Mancini

Atlético
Renan Ribeiro; Serginho (Magno Alves), Réver, Leonardo Silva (Werley) e Richarlyson; Pierre, Filipe Soutto, Carlos César e Daniel Carvalho; Bernard e André
Técnico: Cuca

Data: 04/12/2011 (domingo)
Motivo: 38ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Arena do Jacaré, em Sete Lagoas-MG
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique-RJ (Fifa)
Público: 18.500 pagantes
Renda: R$ 258.564,50
Gols: Roger, aos 9 min., Leandro Guerreiro, aos 28 min., Anselmo Ramon, aos 33 min., e Fabrício, aos 45 min. do 1º tempo; Wellington Paulista, aos 11 min., e Réver, aos 15 min., e Everton, aos 45 min. do 2º tempo
Cartões amarelos: Leandro Guerreiro, Roger, Anselmo Ramon e Charles (Cruzeiro); Pierre e Richarlyson (Atlético)
Cartões vermelhos: Wellington Paulista (Cruzeiro); Werley (Atlético)

Dyhego Salazar
Nascido em 14 de Julho de 1994, apaixonado pelo Cruzeiro Esporte Clube e cobrindo o Cruzeiro através do Diário Celeste.

Deixe uma resposta

Páginas Heróicas

Trapaceiros desde sempre!

Salve Nação Celeste!!! A história contemporânea do futebol mineiro traz a Federação Mineira carregando em seu colo seu filho único. A mais recente ajuda? Fazer...

Mais popular