quinta-feira, outubro 21, 2021
HomeNotíciasLuxemburgo exalta atuação da equipe e explica saída de Vitor Roque por...

Luxemburgo exalta atuação da equipe e explica saída de Vitor Roque por cansaço

O treinador também fez elogios ao volante Lucas Ventura, que fez uma grande partida

Após o empate da última terça-feira (12) contra o Botafogo, o técnico Vanderlei Luxemburgo falou sobre a atuação do Cruzeiro diante da equipe carioca. O treinador também explicou a saída do atacante Vitor Roque, bem rápido do jogo.

O treinador destacou a atuação da equipe, e fez questão de pontuar que o time conseguiu neutralizar o Botafogo. E explicou as chances criadas pela equipe carioca no segundo tempo, pelo fato do Cruzeiro ter saído um pouco mais para o jogo.

“A equipe jogou muito bem, o Fábio não fez nenhuma defesa importante dentro do jogo, conseguimos neutralizar as coisas que eles tinham forte. Claro que no segundo tempo alguns contragolpes, a transição ofensiva deles foi mais facilitada por que nós nos expusemos mais um pouco né”, disse o técnico.

Sobre a situação do jovem Vitor Roque, que teve a oportunidade de entrar em campo pela primeira vez no profissional, o treinador explicou que com a emoção de estrear com 16 anos, ele tomou até um susto.

“Eu até falei para ele no final, o cansaço dele naquele momento ali, ele não aguentava mais por que a emoção de entrar no jogo, estrear com 16 anos ele tomou até um susto coitadinho, mas ele conseguiu fazer boas jogadas ali, já mostrou a cara”, destacou Luxemburgo.

O treinador ainda falou sobre a importância em dar oportunidade aos garotos, que são os ativos do clube. E destacou que o Cruzeiro ganhou com a estreia do atacante Vitor Roque, de apenas 16 anos.

“Eu acho que o Cruzeiro ganhou com a estreia hoje, só com 18 minutos, ganhou um jogador com 16 anos, que vai ter tempo para maturar, para crescer, para poder buscar o seu espaço, e a gente vai, mas o ativo do Cruzeiro não está em SAF, eu estou no futebol a muito tempo, a SAF é uma coisa que pode acontecer a médio e longo prazo, tomara que o Cruzeiro consiga fazer isso, por que é uma coisa boa, mas o ativo do Cruzeiro está na categoria de base”, afirmou.

Vanderlei Luxemburgo não mediu palavras para criticar a arbitragem da partida. O treinador recebeu o terceiro amarelo e não poderá comandar a equipe diante do Avaí. O técnico criticou muito o responsável pela Comissão de Arbitragem da CBF, Leonardo Gaciba.

“Tem que reclamar é do Gaciba, a mesma coisa Gaciba, presta atenção no que eu vou te falar, você colocou um árbitro de Santa Catarina para apitar o jogo contra o Operário. Você lembra o que ele fez? Ele é VAR, árbitro VAR, você colocou ele para apitar um jogo importante para nós lá em Sete Lagoas, você viu o que ele fez? Ai depois você mexe na câmera para cá, mexe na câmera para lá, ai você fala: ‘A que não foi isso, foi aquilo’, e hoje você colocou um juiz para apitar o jogo, o Presidente do Botafogo deu uma pressionada nele, com dois clubes de Maceió interessados no resultado, e você bota um juiz de Maceió para vir apitar aqui, e conduzir o jogo da forma que ele conduziu”, reclamou o treinador.

Lucas Ventura também recebeu elogios do treinador, que disse que não tem problema em colocar jogador, e exaltou a atuação do volante.

“A ele tem qualidade, eu não tenho problema de colocar jogador, mostrou qualidade. Ele sentiu câimbras nos dois primeiros jogos, por que estava muito tempo parado. Já nesse jogo ele jogou com a intensidade que tem que jogar um jogador de meio-campo. Tomou conta do Chay, todo tempo do jogo, não deixou o Chay jogar, que é o jogador mais perigoso do Botafogo”, disse Luxemburgo.

Deixe uma resposta

Páginas Heróicas

Pablito, humildade e gargalhada

Salve Nação Celeste!!! CENA 1: Eu, esse que vos escreve, evoluindo dia a dia na arte de driblar a toxicidade das redes sociais e conseguindo ser...

Mais popular