sexta-feira, maio 14, 2021
HomeNotíciasGiovanni Baroni afirma que não irá tentar anular a eleição

Giovanni Baroni afirma que não irá tentar anular a eleição

Na tarde desta sexta-feira, Giovanni Baroni que concorreu ao cargo de presidente do Conselho Deliberativo do Cruzeiro, afirmou que não irá recorrer de alguma forma, para tentar anular a eleição do clube.

Giovanni publicou um vídeo em seu perfil no Twitter, onde ele agradeceu o apoio da torcida e dos conselheiros. Baroni agradeceu especialmente aos outros candidatos Paulo Roberto Sifuentes e Luiz Carlos Rodrigues.

Os três candidatos derrotados na eleição se uniram e formaram o grupo “Cruzeiro Forte”. De acordo com o Baroni, os três somaram 280 votos na eleição, contra 120 do Paulo Pedrosa, que foi eleito.

Giovanni Baroni disse ainda que entende a preocupação do torcedor em relação ao que pode ser feito no mandato da Chapa vencedora. Mas que qualquer aprovação de Estatuto ou até anulação de atos da gestão do José Dalai Rocha, tem que ter aprovação do Conselheiro Deliberativo e segundo Baroni, hoje o seu grupo é a maioria.

No vídeo o ex-candidato disse ainda que não irá fazer nada quanto aos conselheiros que estavam expulsos e votaram, pois segundo ele, isso pode ‘respingar’ no Cruzeiro. Baroni disse que o Sérgio Rodrigues precisa ‘ter paz’ para trabalhar.

De acordo com o vídeo, a ideia é que o grupo “Cruzeiro Forte” se fortaleça, para que na eleição do fim do ano, consigam se eleger e exercer o mandato do próximo triênio.

Após a o resultado da eleição, grande parte da torcida se manifestou contra Paulo Pedrosa, novo presidente do conselho. Pedrosa foi o presidente do conselho fiscal na gestão do Wagner Pires de Sá.

Dyhego Salazar
Nascido em 14 de Julho de 1994, apaixonado pelo Cruzeiro Esporte Clube e cobrindo o Cruzeiro através do Diário Celeste.

2 COMMENTS

Deixe uma resposta

Páginas Heróicas

Batata: 45 anos sem o ídolo da 7

Salve Nação Celeste!!! 12 DE MAIO DE 1976 ALIANZA 0X4 CRUZEIRO O ÚLTIMO GOL O primeiro jogo da fase eliminatória da Libertadores acontecera em Lima, no Peru. Lá os...

O dia em que Zelão se rebelou

Mais popular