domingo, abril 18, 2021
HomeNotíciasFelipão elogia Giovanni, mas ressalta "nos últimos 15 minutos ele abafou"

Felipão elogia Giovanni, mas ressalta “nos últimos 15 minutos ele abafou”

Durante o empate do Cruzeiro diante do CSA, na última terça-feira (15), Felipão promoveu a entrada do Giovanni durante o retorno da equipe para a segunda etapa. Antes mesmo da bola rolar, o treinador tirou o Jadson e colocou o camisa 94 na partida.

O meia teve uma participação importante no jogo, foi ele quem finalizou e o chute resultou em um rebote, na sequência o Rafael Sóbis acertou o gol, empatando a partida em um momento importante do jogo.

No entanto, durante a entrevista coletiva, o Felipão foi perguntando sobre a utilização do meia, sobre a possibilidade dele se tornar titular, e vir a ser mais utilizado nas partidas do Cruzeiro, já que vem demonstrando ter uma qualidade que pode ajudar a equipe. O treinador destacou no entanto, que o meia ainda busca a forma física ideal, para ai sim, ter uma sequência em campo com mais minutos.

“Vocês podem notar que nos últimos 15 minutos ele abafou. Giovanni ficou um pouco mais sem condições de jogar. Porque, esses são os primeiros 45 minutos depois de quase um ano. Então a gente tem que ir por etapas com o Giovanni, devagar ir colocando, devagar ele ir entrando 15, 25, 45, 60… para a que a gente possa realmente vê-lo em condições de atuar por mais tempo daquilo que a gente tem dado até agora, e vê se ele repete as atuações que tem feito até agora, com 30 minutos, 45… vamos ver, futuramente a gente vai ter a possibilidade de dar a ele oportunidades um pouco maiores”. – destacou o Felipão sobre a situação do meia.

Depois do empate diante do CSA, ficou nítido que neste momento, o Giovanni pode ajudar e muito a Raposa. O meia conseguiu preencher o buraco que tinha no meio-campo da equipe. Mesmo ainda sem a forma física ideal, especula-se sobre a possibilidade do meia iniciar a partida da próxima sexta-feira (18), diante do Avaí.

Sabemos que o meia não tem – como disse o próprio Felipão – condições de atuar durante 90 minutos. No entanto, colocar o Giovanni na equipe titular, poderia dar a equipe um aproveitamento melhor dele em campo, junto com o Rafael Sóbis, também descansado. Já que o camisa 94 nas duas oportunidades que teve, entrou no segundo tempo, quando o Sóbis já estava cansado, e próximo de deixar a partida.

Dyhego Salazar
Nascido em 14 de Julho de 1994, apaixonado pelo Cruzeiro Esporte Clube e cobrindo o Cruzeiro através do Diário Celeste.

Deixe uma resposta

Páginas Heróicas

Uma freguesia centenária

Salve Nação Celeste!!! Scarpelli, Polenta, Ciccio, Quiquino, Américo, Kalim, Lino, Spartaco, Nani, Henriquetto e Atílio Esse foi o time do Palestra que entrou no campo do...

A tragédia de Nininho

O primeiro grito de Gol

Mais popular