terça-feira, setembro 28, 2021
HomeNotíciasDiretor do Cruzeiro rebate jornalista após informação sobre a cobrança de R$...

Diretor do Cruzeiro rebate jornalista após informação sobre a cobrança de R$ 330 milhões contra o clube

O valor cobrado pelo grupo é referente à cláusula indenizatória do contrato do zagueiro Dedé

Na manhã desta quarta-feira (01) uma notícia pegou à todos de surpresa, e assustou os torcedores cruzeirenses, após o jornalista Jorge Nicola divulgar que a Justiça teria reconhecido o direito na cobrança de R$ 330 milhões contra o Cruzeiro.

A cobrança é do Grupo D.I.S e da GT Sports, além de outros dois empresários. Eles participaram da compra do zagueiro Dedé em 2013, quando o Cruzeiro contratou o jogador que pertencia ao Vasco.

A Raposa contratou o jogador pagamento o valor de R$ 7,758 milhões, na época ficou definido que 93% dos direitos econômicos do atleta ficariam ligados ao grupo D.I.S e os outros 3% ao clube Villa Rio.

O valor de R$ 330 milhões cobrado pelo grupo é referente à cláusula indenizatória do contrato do zagueiro Dedé, que rescindiu o seu vínculo com o Cruzeiro na Justiça.

Mas após a publicação do jornalista, o Diretor de Marketing e Inovação do Cruzeiro, Rodrigo Moreira, comentou na publicação de Jorge Nicola, fazendo a correção, dizendo que mandar citar é processo natural e não é reconhecimento de Direito.

O Cruzeiro ainda não se manifestou de forma oficial sobre a publicação de Jorge Nicola, e nem sobre a cobrança do grupo de empresários, referente à cláusula indenizatória do contrato do zagueiro Dedé.

Deixe uma resposta

Páginas Heróicas

Pablito, humildade e gargalhada

Salve Nação Celeste!!! CENA 1: Eu, esse que vos escreve, evoluindo dia a dia na arte de driblar a toxicidade das redes sociais e conseguindo ser...

Mais popular