terça-feira, setembro 28, 2021
HomeFutebol FemininoComo começa 2020 o futebol feminino do Cruzeiro

Como começa 2020 o futebol feminino do Cruzeiro

Após um 2019 surpreendente e vitorioso, o ano 2020 do futebol feminino do Cruzeiro começa com muitas mudanças e com a garantia da continuidade do projeto, segundo o que afirmou a própria coordenadora celeste, Bárbara Fonseca, em entrevista no site Mineiríssimas.

Dentre as mudanças feitas, destacam-se duas. A primeira foi suspensão temporária das categorias de base (sub-18 e sub-16), e a segunda, a vinculação da modalidade a pasta das categorias de base do futebol masculino, passando a responder a Ricardo Drubscky, novo gerente das categorias de base e não mais a Marcone Barbosa, ex gerente de futebol que foi desligado do clube.

Assim, mesmo com um saldo de 2019 positivo, onde a equipe feminina conseguiu o acesso sendo vice-campeã do Brasileiro Feminino A2 e também o título do Campeonato Mineiro Feminino, as mudanças aconteceram também na comissão técnica e na equipe principal visando, principalmente, uma boa campanha no Brasileiro Feminino A1. Jorge Victor é o novo técnico e foram contratadas: a goleira Mariana, as zagueiras Mayara e Tatá, as laterais Evellyn e Thalita, as volantes Godoi e Camila Ambrózio, a meio-campista Dedê e a atacante Thamirys. Porém, apesar das mudanças, a espinha dorsal da equipe foi conservada com a manutenção de 11 atletas contratadas ainda em 2019: a goleira Camila, as laterais Janaína e Eskerdinha, as zagueiras Pires e Jajá, a volante Isabela, as meio-campistas Duda e Micaelly e as atacantes Vanessa, Miriã e Kim.

Diego Marinho
Cruzeirense, historiador e apaixonado pelo Cruzeiro e por Futebol Feminino. Cobrindo o As Cabulosas através do Diário Celeste e da página Futebol Feminino Celeste.

1 COMMENT

Deixe uma resposta

Páginas Heróicas

Pablito, humildade e gargalhada

Salve Nação Celeste!!! CENA 1: Eu, esse que vos escreve, evoluindo dia a dia na arte de driblar a toxicidade das redes sociais e conseguindo ser...

Mais popular