domingo, abril 18, 2021
HomeCrônicasCom um futebol covarde, Cruzeiro perde para a Ponte

Com um futebol covarde, Cruzeiro perde para a Ponte

Primeiro tempo:

A primeira etapa da partida foi de total domínio da Ponte Preta. Isso porque, o Cruzeiro atuou da mesma maneira que nos demais jogos: sem criação, nem vontade de vencer. Apesar disso, aos oito minutos, Manoel abriu o placar de cabeça – único modo que o Cruzeiro consegue fazer gol. Dessa maneira, em números gerais a Ponte Preta finalizou mais (6×3) e teve mais posse de bola (73%x 27%).

Segundo tempo:

A parte complementar começou da mesma forma que o primeiro tempo começou. Assim, a covardia tomou conta dos jogadores e do treinador. O time se manteve na retranca até tomar o gol de empate, aos 20. Logo a sequência, a Ponte virou, em uma falha do goleiro Lucas França, mal posicionado. Aos 29, já com o revés, Felipão resolveu mudar o time colocando Giovanni, Sassá e Arthur Caíke. Depois disso, a equipe até tentou algo, Régis entrou na vaga de Jadsom, mas o placar se manteve inalterado.

Próximo jogo:

Na próxima terça-feira (29), Cruzeiro e Cuiabá se enfrentam às 21:30, no Independência.

Deixe uma resposta

Páginas Heróicas

Uma freguesia centenária

Salve Nação Celeste!!! Scarpelli, Polenta, Ciccio, Quiquino, Américo, Kalim, Lino, Spartaco, Nani, Henriquetto e Atílio Esse foi o time do Palestra que entrou no campo do...

A tragédia de Nininho

O primeiro grito de Gol

Mais popular