Notícias

Prazo de recuperação judicial do Cruzeiro é prorrogado por mais 180 dias

Após ter prazo inicial vencido, o Cruzeiro ingressou na justiça com novo pedido para prorrogação do processo de recuperação judicial, e conseguiu. Portanto, de acordo com a decisão da juíza Claudia Helena Batista publicada nessa quinta (9), foi concedido um novo prazo de 180 dias (6 meses).

Além disso, ela negou pedido para que processo seja alterado para falência, evitando que o clube tenha bens leiloados e atividades encerradas. Porém, o acordo com credores continua pendente, dependendo de aprovação deles mesmo. A última assembleia para votação, em 2022, foi suspensa e não houve nova marcação.

Outro parte definida pela decisão, foi a determinação que as duas administradores judiciais ainda têm até 27 de março para apresentar a relação de credores. Depois, será publicado um novo edital e novos credores ou aqueles que não concordem com os valores, vão poder entrar com pedido de habilitação de crédito ou impugnação.

Por fim, a juíza Claudia Helena Batista também anotou a o atraso do Cruzeiro na entrega dos documentos necessários para que sejam conhecidos os credores. A aprovação do documento referente aos pagamentos do credores é fundamental, pois iniciará a fase de pagamento das dividas da associação.

Diego Marinho

Mineiro, 31 anos. Graduado em História, setorista do Cruzeiro no Diário Celeste.

Veja mais

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo