Números do Cruzeiro com Adilson Batista

O Cruzeiro comunicou a demissão do Adilson Batista, após a derrota para o Coimbra por 1 a 0, no domingo (15), pela 9ª rodada do Campeonato Mineiro. A derrota deixou a Raposa em situação complicada na competição.

A demissão

A demissão do Adilson Batista já era algo cobrado pela torcida, após o péssimo desempenho da equipe nas partidas realizadas em 2020. No entanto, sempre nas coletivas de pós jogos, o treinador utilizava algumas justificativas, como: tempo de trabalho, entrosamento e qualidade do elenco.

A torcida não aceitava muito bem as ‘justificativas’ utilizadas por Adilson Batista. Citando por exemplo, adversários como o deste domingo, o Coimbra, um time que ainda não havia vencido no Campeonato Mineiro. E que tem um elenco muito mais ‘barato’ do que o do Cruzeiro.

No entanto, as justificativa do Adilson Batista não podem ser aceitas. Mesmo o Cruzeiro passando por uma grave crise financeira e não podendo fazer grandes investimentos. O Cruzeiro tem hoje um elenco melhor que muitas equipes do campeonato, e mesmo assim não conseguiu se impor nas partidas disputadas.

Números da equipe

De acordo com os números do Footstats, no Campeonato Mineiro de 2020, o Cruzeiro vem ‘sofrendo muito para jogar’, e podemos detalhar esse ‘sofrimento’ em números. A equipe celeste realizou 99 finalizações, sendo apenas 31 finalizações certas na competição. No entanto, a Raposa sofreu 99 finalizações de seus adversários, sendo 36 destas finalizações certas.

Ou seja, a equipe vem sofrendo para conseguir finalizar, mesmo contra equipes consideradas mais fracas, do que os futuros adversários do Cruzeiro na série B. E vem sofrendo também para conseguir evitar finalizações adversárias. Algo que preocupa ainda mais.

Em 2020 a Raposa já disputou 12 jogos, e ao contrário do que todos esperavam, a equipe não mostrou evolução. Nas 12 partidas foram apenas 4 vitórias, sendo 3 destas vitórias, nas 3 primeiras partidas da temporada. O Cruzeiro está há 4 jogos sem vencer, sendo 3 derrotas seguidas.

Na Copa do Brasil por exemplo, a Raposa conseguiu duas classificações, contra o São Raimundo, e contra o Boa Esporte. No entanto a Raposa não conquistou nenhuma vitória, nas três partidas disputadas até o momento na competição. A equipe celeste inclusive está em uma situação muito complicada na Copa do Brasil, perdeu a partida de ida para o CRB por 2 a 0, atuando no Mineirão.

Futuro da equipe

Membros do Conselho Gestor irão se reunir já nesta segunda-feira, para definir nomes para assumir a equipe celeste. Que além de um treinador, também busca agora um novo diretor de futebol, já que Ocimar Bolicenho também foi desligado do cargo.

1 comentário
  1. […] a derrota do último domingo para o Coimbra, o ex-diretor de futebol Ocimar Bolicenho foi demitido, junto com o Adilson Batista. Ocimar vinha sendo bastante criticado pela torcida celeste, tanto pelas contratações feitas, […]

Deixe uma resposta