Notícias

Marlon analisa vitória do Cruzeiro e destaca necessidade de aproveitar melhor as oportunidades

O jogador também comentou sobre o período que a equipe terá sem jogos

O lateral-esquerdo Marlon participou da coletiva pós-jogo do Cruzeiro na última quinta-feira (16), no Independência. Ao lado do auxiliar Moisés Moura, o camisa 3 falou sobre a vitória da Raposa diante do Unión La Calera.

Marlon foi direto ao falar da atuação da equipe, o jogador afirmou que faltou ao time aproveitar as inúmeras oportunidades criadas no confronto diante do Unión La Calera.

“No pós-jogo a gente conversou agora no vestiário poucos minutos, e vocês sabem que quando o jogo tá mais vistoso, mais gostoso de se jogar, você cria inúmeras oportunidades. Tem volume maior, tem mais consistência, porém quando você não consegue concluir todas oportunidades, você começa a se desgastar fisicamente, e também a gerar mais opções de contra-ataque para o adversário, a gente sabia que o La Calera tinha essa transição muito forte, e a gente se cobrou também, por que aqui não é demagogia nenhuma, mas a gente quer fazer um Cruzeiro vencedor e equipe vencedoras não dão oportunidade para os adversários fazerem gols, ou para os adversários aspirarem algo na partida”, disse Marlon.

Ao ser perguntado sobre jogar ao lado de Álvaro Barreal ou de Arthur Gomes, Marlon citou a estratégia do Cruzeiro no jogo da última quinta-feira, contra o Unión La Calera.

“Sobre jogar com Barreal ou Arthur Gomes, a gente sempre procura ter uma equipe equilibrada, explorando muito os flancos, o William é um jogador de algo associativo, que chega com muita qualidade técnica na frente. Eu sou um jogador de valência mais física também, que vai mais aos trancos e barrancos. O Álvaro é um jogador que já jogou de lateral-esquerdo, já jogou de ala, tem um cruzamento muito bom, sabe fazer um jogo muito bem por dentro também, e é uma maneira que a gente consegue deixar o Matheus Pereira flutuando mais livre, o jogo não sobrecarrega tanto ele, porque nos últimos jogos a gente sacrificou ele em alguns aspectos, e como é o nosso jogador referência, a gente precisa dele mais fresco para criar jogadas e foi uma estratégia muito bem montada pelo Seabra”, afirmou.

O camisa 3 foi questionado sobre as últimas atuações do Cruzeiro, e também sobre o período que o time terá para treinar, já que as duas próximas rodadas do Brasileirão foram adiadas.

“Temos que trabalhar os pontos que a gente não foi eficaz nas últimas partidas, o Moisés tocou em um ponto muito importante. A gente diariamente tem reuniões, tem conteúdos para melhorar, nas nossas fraquezas, pode se dizer assim. Claro que a gente sabe que no futebol de alto nível, você tem que ter o máximo de eficiência e entregar o mínimo de deficiência para os adversários, porque uma oportunidade que você entrega, pode custar muito caro. Então a gente tem que estar muito bem, vai ser um intervalo bom para recuperar alguns jogadores, para tirar o pé, para fazer uma análise mais profunda do que precisa ser melhorado”, destacou o lateral.

Dyhego Salazar

Nascido em 14 de Julho de 1994, apaixonado pelo Cruzeiro Esporte Clube e cobrindo o Cruzeiro através do Diário Celeste.

Veja mais

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo