sábado, agosto 20, 2022
HomeNotícias do CruzeiroEntenda caso de injúria racial de Danilo Avelar, especulado no Cruzeiro, e...

Entenda caso de injúria racial de Danilo Avelar, especulado no Cruzeiro, e veja como o jogador lidou com o seu erro

O jogador vem estudando sobre o movimento negro, e participando de campanhas sociais

No dia 23 de junho de 2021, Danilo Avelar foi acusado de racismo em uma partida de Counter Strike: Global Offensive, um jogo online, mundialmente conhecido como CS:GO. Na época o jogador se manifestou de forma oficial um dia após o ocorrido e se desculpou.

A atitude do jogador foi na época exposta por um perfil do Twitter que na ocasião postou um print da conversa, nele o zagueiro do Corinthians, com o nickname ‘D.A35’ disse: “fih de rapariga preta”, se referindo a outro usuário do jogo.

Danilo Avelar admitiu o seu erro, e destacou na época que o ato não condiz com o que ele pensava, e o que desejava ensinar à seu filho. E ainda disse que “De coração aberto, estou disposto a fazer desse erro um aprendizado honesto e integral”.

Nota oficial divulgada pelo jogador

“Fala, galera. Venho aqui falar com vocês sobre a injúria de conotação racial que tem rolado pelas redes sociais atrelada ao meu nome. Antes de mais nada, quero admitir o meu erro. O que escrevi durante a partida não condiz com o que penso e o que vou ensinar a meu filho. Todos sabem que eu jogo CS:GO e, em uma das partidas, fui ofendido por um jogador estrangeiro na minha condição de brasileiro. Perdi a cabeça, mas, infelizmente, piorei a situação: cometi o grave erro de escrever a um adversário uma frase de conotação racista. Errei, falhei e me envergonho muito disso. Na nossa sociedade temos que abolir qualquer forma de racismo. Gostaria de me desculpar com todos, sem exceção, mas sobretudo com a comunidade afrodescendente. De coração aberto, estou disposto a fazer desse erro um aprendizado honesto e integral. Este caso me abriu os olhos para este grave problema em nossa sociedade. A reflexão que fica é que devemos fazer mais para combater o racismo com vigor e urgência, sem brechas nem exceções. Também quero me desculpar com o Corinthians, uma instituição que desde sempre prega e luta pela igualdade, com a Fiel Torcida e com meus companheiros de equipe. Reitero, uma vez mais, que meu histórico e meu caráter não condizem com o que escrevi e que estou disposto a crescer, melhorar e mudar. Abraços, Danilo Avelar”.

Foto: Divulgação / Twitter

Na época o jogador foi afastado pelo Corinthians, e desde então não atua pelo clube paulista. Danilo Avelar também foi banido da plataforma onde ocorreu a ofensa.

Uma curiosidade é que desde o ocorrido, o jogador vem mostrando em seus perfis nas redes sociais que vem estudando sobre o movimento negro. Recentemente o atleta chegou a publicar imagens participando da campanha TETO.

Desde o episódio de injúria racial, Danilo Avelar vem aprendendo sobre o tema, e também não abandonou os treinamentos. O atleta vem fazendo trabalhos físicos, mesmo não sendo aproveitado pelo Corinthians.

O jogador atua como lateral-esquerdo e também como zagueiro, e vem sendo especulado para reforçar o Cruzeiro em 2022. A negociação com o atleta gerou muita repercussão muito grande entre a torcida.

Em uma enquete em andamento no Twitter, a maioria vem sendo contra a possível contratação do jogador do Corinthians. Até o momento quase 500 pessoas já votaram.

Em uma outra enquete realizada no Instagram, a votação contou com a participação de mais de 7 mil pessoas, e 55% dos participantes aceitariam a chegada de Danilo Avelar no Cruzeiro.

A diretoria cruzeirense ainda não se manifestou sobre a possibilidade de fechar a contratação do jogador, mas segundo as informações divulgadas pelo portal Meu Timão, que cobre diariamente o Corinthians, o atleta já teria recebido uma proposta da Raposa.

Vale relembrar que recentemente o Cruzeiro realizou uma campanha contra o Racismo, ao entrar em campo com as camisas dos jogadores com a hashtag ‘RisqueORacismo’.

O clube ainda abriu um leilão com as camisas utilizadas pelos jogadores, onde o valor arrecadado será doado de forma integral ao Observatório da Discriminação Racial no Futebol.

Deixe uma resposta

Leia também

Mais popular