sábado, agosto 13, 2022
HomeNotícias do CruzeiroCruzeiro é denunciado por caso de injúria racial de torcedor. Procuradoria...

Cruzeiro é denunciado por caso de injúria racial de torcedor. Procuradoria pede que clube mande jogos sem público

O pedido foi encaminhado e será analisado pelo presidente do STJD do Futebol, Otávio Noronha

Nesta quarta-feira (17) o Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol (STJD), divulgou que julgará as ocorrências de Injúria Racial na partida entre Cruzeiro e Remo, contra o atacante Jefferson.

O Remo denunciou o Cruzeiro pela injúria racial praticada por um torcedor cruzeirense, contra o seu atleta. A procuradoria analisou os fatos narrados pelo clube, e também na súmula do jogo.

O Cruzeiro responderá ao artigo 243-G por ato discriminatório, tem tem como pena: suspensão de cinco a dez partidas, se praticada por atleta, mesmo se suplente, treinador, médico ou membro da comissão técnica, e suspensão pelo prazo de cento e vinte a trezentos e sessenta dias, se praticada por qualquer outra pessoa natural submetida a este Código, além de multa, de R$ 100 a R$ 100 mil.

A Procuradoria pede a suspensão preventiva do Cruzeiro com base no artigo 35 do CBJD para que o clube mineiro mande seus jogos com portões fechados e não tenha direito a carga de ingressos nos jogos como visitante.

O pedido da Procuradoria foi encaminhado e será analisado pelo presidente do STJD do Futebol, Otávio Noronha.

Relembre o caso

Durante a comemoração na beira do campo, o atacante Jefferson, do Remo, estava ajoelhado comemorando, e é possível ouvir um torcedor xingando o jogador adversário.

No entanto, em um vídeo divulgado nas redes sociais, o áudio parece dar a entender que o torcedor teria dito: “Vai tomar no seu c#, macaco”.

O vídeo foi compartilhado pelo perfil oficial do Remo no Twitter, que publicou: “Até quando isso? O que ainda vai precisar acontecer para tomarem alguma atitude?”.

Deixe uma resposta

Leia também

Mais popular