Notícias

A passagem de Itair Machado pelo Cruzeiro; denúncias, polêmicas e rebaixamento

Relembre a passagem do ex-vice-presidente de futebol do clube celeste

Uma figura conhecida no futebol nos anos 2000, por sua passagem pelo Ipatinga, Itair Machado chegou ao Cruzeiro em janeiro de 2018, após apoiar a campanha de Wagner Pires de Sá no pleito de outubro de 2017.

Foi Itair Machado quem fundou o Ipatinga em 1998, e levou o time mineiro ao cenário nacional do futebol brasileiro. O time chegou a ser campeão mineiro em 2005, e chegou a semifinal da Copa do Brasil em 2006. No ano de 2007, foi vice-campeão da segunda divisão, chegando assim a primeira divisão do Brasileirão.

Após sua passagem pelo Cruzeiro, Itair Machado se tornou réu na Justiça por várias denúncias, e foi um dos responsáveis pelo rebaixamento do clube celeste para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro em 2019.

No Cruzeiro, Itair Machado assumiu o cargo de vice-presidente de futebol da Raposa no início de 2018. O dirigente foi apoiador de Wagner Pires de Sá ao lado de Sérgio Nonato, que foi comentarista do programa Alterosa Esporte, e trabalhou como diretor-geral da Raposa.

Itair Machado foi vice-presidente de futebol do Cruzeiro durante a gestão do ex-presidente do clube, Wagner Pires de Sá. O mandatário foi eleito em outubro de 2017 e esteve a frente do Maior de Minas até 2019, quando o clube foi rebaixamento para a Série B do Campeonato Brasileiro.

Tanto Itair Machado, quanto Wagner Pires de Sá, se tornaram réus na Justiça por supostos crimes de lavagem de dinheiro, apropriação indébita, falsidade ideológica e formação de organização criminosa, durante a gestão do Cruzeiro.

A TV Globo através do programa Fantástico, divulgou uma matéria que agitou os bastidores do Cruzeiro em 2019, afirmando que a diretoria do clube era investigada pela Polícia Civil de Minas Gerais, por suspeita de falsificação de documentos, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro.

Entre as denúncias estavam contratos que teriam sido feitos com duas organizadas do Cruzeiro. Além de pagamento que também teriam sido feitos a influenciadores durante a gestão de Wagner Pires de Sá e Itair Machado.

Com ambiente conturbado e respondendo na Justiça sobre denúncias, Itair Machado deixou o Cruzeiro em outubro de 2019, com o time brigando contra o rebaixamento. Na época, Wagner Pires de Sá nomeou Zezé Perrella como a última cartada para tentar salvar o clube da queda para a segunda divisão.

Diário Celeste

No Diário Celeste você acompanha as notícias do Cruzeiro Esporte Clube, estatísticas, jogos e resultados, vídeos e muito mais, tudo que você procura sobre o Maior de Minas.

Veja mais

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo